A ilha… lugar de partidas…

Adeus varanda do cais
Onde o meu bem embarcou
Foram os olhos mais lindos
Que as ondas do mar levou
Dizes que vais embora
Amor do meu coração
Se tu vais e por teu gosto
Por minha vontade não
S’eu embarcar p’ra fora
Da barra te hei-de acenar
Não ponhas os olhos noutra,
Que eu vou mas p’ra voltar
Eu subi aos altos montes
Para te ver embarcar,
Meus olhos são duas fontes
Deitam ribeiras ao mar

                        (tradição popular da Madeira)

Comentários

comentários

Acerca do Autor

GMProfessor do Ensino Básico, é licenciado em Ciências da Educação com uma pós graduação em Estudos Políticos e Sociais. Foi jornalista em vários órgãos de comunicação social regionais e nacionais. É autodidata em artes gráficas e desenho de páginas web.Ver todos os posts por GM →

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

SRTC | DRC | CEHA | Madeira