Caderno Memória 06: Da ilha e da natureza em fúria

Newsletter 58: Venezuela… https://t.co/5DfDw6umvW https://t.co/WuzozoEXB8

Caderno Memória 06: Da ilha e da natureza em fúria

C Memoria 06 Bombeiros GA

O discurso literário pode (e deve) ser uma fonte fundamental para a compreensão do mundo, permitindo leituras que os arquivos não guardam. São essas vozes, revestidas de diversas sensibilidades, datadas e contextualizadas que se pretende guardar, neste estudo, contribuindo, assim, para compreender um outro lado do arquipélago da Madeira, o mais lunar, o que, em muitos momentos da História, sofreu as agruras do tempo e da ação do homem e se reergueu, da lama ou das cinzas, dos destroços e do caos, pela mão daqueles que “avançam quando todos fogem”.


Comentários

comentários

Acerca do Autor

Graça AlvesLicenciada em Línguas e Literaturas Modernas, é professora do ensino Secundário e tem participado em diversos projetos literários. Está destacada no Centro de Estudos de História do Atlântico, onde tem desenvolvido trabalhos ligados à literatura e às histórias de vida.Ver todos os posts por Graça Alves →

Deixar uma resposta

SRETC | DRC | CEHA | Madeira