Encontro com luso-descendentes

memoria-lusoNo CEHA, o mundo. Sexta-feira passada, um grupo de estudantes luso-descendentes veio ouvir falar de Memórias.
Na ilha que foi dos pais e dos avós, o tempo é diferente, a língua é outra, mas a ligação com a terra quer-se a mesma. E o interesse pelas histórias de partidas e de regressos. E a saudade aqui justificada.
Este lugar é lindo!
Participarão, também, do Projeto Memória das Gentes que fazem a História. Por eles, se conhecerá a história de familiares que, um dia, tiveram de ir: para o Antígua, para a Bélgica, para a Austrália, para o Brasil, para os Estados Unidos, para a América…
Por alguns deles, se saberá da dor de regressos antecipados…
Estão connosco. Farão parte da História das Mobilidades.

memoria-avieira

 

Comentários

comentários

Acerca do Autor

Graça Alves

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, é professora do ensino Secundário e tem participado em diversos projetos literários. Está destacada no Centro de Estudos de História do Atlântico, onde tem desenvolvido trabalhos ligados à literatura e às histórias de vida.

Ver todos os posts por Graça Alves →

Deixar uma resposta

SRTC | DRC | CEHA | Madeira