Porto Santo. 1942

Portosanto 1942 Moinho

portosanto_1942
1942. A guerra estava no auge. O Funchal desesperava com a falta de navios no porto. Os hotéis sem turistas, os cafés sem clientes e as ruas quase desertas … era este o cenário.
No entanto, e contornando os horrores da guerra, Miss F., família e amigos, aproveitam para dar um salto ao outro lado, ao Porto Santo, onde o isolamento sempre foi madrasto, e onde a vida decorria com maiores dificuldades.
Esta viagem ficou registada em fotografia. Há dias em que é preciso fazer a vontade à memória e revisitar tempos “perdidos” das nossas vidas …
portosanto_1942_praia

Comentários

comentários

Acerca do Autor

Cláudia FariaMestre em Cultura e Literatura Anglo-Americanas. Membro do CETAPS ( Lisboa) e IABA Europe. As áreas de interesse são as relações anglo-madeirenses, a literatura de viagens, a escrita do eu, diários, (auto)biografias. Professora do ensino básico e secundário destacada no Centro de Estudos de História do Atlântico.Ver todos os posts por Cláudia Faria →

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

SRTC | DRC | CEHA | Madeira