Newsletter 68: Em junho…  São João e S. Pedro

Newsletter 68: Em junho… São João e S. Pedro

O decreto 366/70, de 6 de agosto, estabelece o dia 24 de junho como o feriado municipal do Porto ...

Ler Mais

O PORTO SANTO E A MADEIRA. O DESCOBRIMENTO PORTUGUÊS

O PORTO SANTO E A MADEIRA. O DESCOBRIMENTO PORTUGUÊS

Parece ser consensual a ideia que o arquipélago não foi descoberto – porque já era ...

Ler Mais

Newsletter 67: Dia Internacional das Histórias de Vida

Newsletter 67: Dia Internacional das Histórias de Vida

O dia Internacional das Histórias de Vida foi institucionalizado em 2008, pela Rede Internacional ...

Ler Mais

Newsletter 66: Há mouro na costa…

Newsletter 66: Há mouro na costa…

Serve esta expressão popular para fazer memória de muitas dores do Porto Santo, das investidas de ...

Ler Mais

Newsletter 65: Um lugar de Colombo  e outras histórias

Newsletter 65: Um lugar de Colombo e outras histórias

Cristóvão Colombo inscreveu o seu nome na História do Porto Santo. Quem foi esta personalidade? ...

Ler Mais

Newsletter 64: (entre santos de vestir,  o Porto Santo e a África do Sul)

Newsletter 64: (entre santos de vestir, o Porto Santo e a África do Sul)

Fevereiro encheu de histórias o nosso trabalho. E de memórias. E de silêncios. Fomos à procura ...

Ler Mais

Descobrir!

Memória das Gentes que fazem a História.

roma-fruto450x338Como [se fosse] uma romã

A romã é a Memória das gentes, das Mobilidades e da Autonomia. Una, coroada, é composta por uma multiplicidade de sementes que se guardam em bolsas individuais (histórias de vida), ligadas entre si, por uma membrana branca (documentos e registos) que as organiza.
Cada pessoa, com a sua história, com os retratos, os objetos e os documentos que foi guardando, ao longo da vida, contribui para esta Memória coletiva. A casca da romã transforma-se, então, num guarda-memória das memórias das gentes. Só então, a História fica completa, porque com gente dentro e com alma dentro da gente.
Ver


Memória: Um projeto com três dimensões

MEMÓRIA (das gentes que fazem a História) dá protagonismo ao indivíduo, enquanto agente do processo histórico. Preservar e transmitir valores e experiências, salvaguardando a memória individual e coletiva constitui a missão de fixar este registo nas páginas da História da Madeira.

Ver

9ilha-logo-250x250

NONA ILHA é o registo da diáspora dos madeirenses e dos porto-santenses. Estamos a reunir, registar e guardar histórias de vida, cartas, postais, fotografias, documentos. Da união entre os que partiram e os que ficaram é possível criar uma sociedade diferente, onde todos têm lugar.

Ver

autonomia_logo

Memória da AUTONOMIA regista e salvaguarda os testemunhos e as vivências dos madeirenses, de ontem e de hoje. Perpetuar essas vozes e anseios é um dever de todos. A História da Autonomia faz-se a cores, com pessoas, sentimentos, desejos e também desilusões.

Ver

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Regras

Regras1

Há vidas inteiras guardadas nas caixas dos arquivos ou em livros de registos amarelos. Há histórias escondidas atrás de documentos, …

Ler Mais

Lugares do passado

Lugares Passado 02

Há lugares na cidade que escondem o tempo, as memórias, a vida de tanta gente que talvez já não pertença …

Ler Mais

Newsletter 47: Don’t forget about us!!!

Memoria News 47 EN

This is the message we have brought from Gibraltar. But what else did we pack on our bags? – Crystalized …

Ler Mais

Newsletter 46: Não se esqueçam de nós!

Memoria News 46 PT Capa

Foi este o recado que trouxemos de Gibraltar. E o que trouxemos mais? Um universo cristalizado em memórias de infância. …

Ler Mais

A Estória dos Vencidos – A Outra Verdade

Vencidos2

Palavras em mobilidade: A Estória dos Vencidos – A Outra Verdade in No Exílio – Scenas da Vida dos Conspiradores …

Ler Mais

João dos Reis Gomes (1869-1950)

Joao Reis Gomes Museu Vicentes 1910

Ad Perpetuam Rei Memoriam – notas de viagem de um madeirense sem fronteiras O tema da viagem é um dos …

Ler Mais

O RE-NHAU-NHAU e o Porto do Funchal

Renhaunhau Porto Destaque

De portos e de mares… O RE-NHAU-NHAU e o Porto do Funchal O porto do Funchal foi, durante séculos, o …

Ler Mais

Os ataques dos submarinos alemães à Madeira durante a Grande Guerra (1914-1918)

Submarino Alemao

A 3 de Dezembro de 1916, pelas 8.30h da manhã, o porto do Funchal foi torpeado com cerca de 50 …

Ler Mais

Francisco Correia Herédia

Correiaheredia Dest

Nota biográfica do Visconde da Ribeira Brava Francisco Correia Herédia, Visconde da Ribeira Brava, mais conhecido pelo seu título nobiliárquico, …

Ler Mais