Newsletter 70: De portas abertas

Newsletter 70: De portas abertas

Perante a desmemória e o esquecimento dos tempos atuais, é preciso “lembrar para não ...

Ler Mais

Newsletter 69: De mobilidades,  das ilhas e do mundo

Newsletter 69: De mobilidades, das ilhas e do mundo

Há um ano, no Fórum Madeira Global, sublinhou-se a vocação atlântica de Portugal e a ...

Ler Mais

Newsletter 68: Em junho…  São João e S. Pedro

Newsletter 68: Em junho… São João e S. Pedro

O decreto 366/70, de 6 de agosto, estabelece o dia 24 de junho como o feriado municipal do Porto ...

Ler Mais

O PORTO SANTO E A MADEIRA. O DESCOBRIMENTO PORTUGUÊS

O PORTO SANTO E A MADEIRA. O DESCOBRIMENTO PORTUGUÊS

Parece ser consensual a ideia que o arquipélago não foi descoberto – porque já era ...

Ler Mais

Newsletter 67: Dia Internacional das Histórias de Vida

Newsletter 67: Dia Internacional das Histórias de Vida

O dia Internacional das Histórias de Vida foi institucionalizado em 2008, pela Rede Internacional ...

Ler Mais

Newsletter 66: Há mouro na costa…

Newsletter 66: Há mouro na costa…

Serve esta expressão popular para fazer memória de muitas dores do Porto Santo, das investidas de ...

Ler Mais

Descobrir!

Memória das Gentes que fazem a História.

roma-fruto450x338Como [se fosse] uma romã

A romã é a Memória das gentes, das Mobilidades e da Autonomia. Una, coroada, é composta por uma multiplicidade de sementes que se guardam em bolsas individuais (histórias de vida), ligadas entre si, por uma membrana branca (documentos e registos) que as organiza.
Cada pessoa, com a sua história, com os retratos, os objetos e os documentos que foi guardando, ao longo da vida, contribui para esta Memória coletiva. A casca da romã transforma-se, então, num guarda-memória das memórias das gentes. Só então, a História fica completa, porque com gente dentro e com alma dentro da gente.
Ver


Memória: Um projeto com três dimensões

MEMÓRIA (das gentes que fazem a História) dá protagonismo ao indivíduo, enquanto agente do processo histórico. Preservar e transmitir valores e experiências, salvaguardando a memória individual e coletiva constitui a missão de fixar este registo nas páginas da História da Madeira.

Ver

9ilha-logo-250x250

NONA ILHA é o registo da diáspora dos madeirenses e dos porto-santenses. Estamos a reunir, registar e guardar histórias de vida, cartas, postais, fotografias, documentos. Da união entre os que partiram e os que ficaram é possível criar uma sociedade diferente, onde todos têm lugar.

Ver

autonomia_logo

Memória da AUTONOMIA regista e salvaguarda os testemunhos e as vivências dos madeirenses, de ontem e de hoje. Perpetuar essas vozes e anseios é um dever de todos. A História da Autonomia faz-se a cores, com pessoas, sentimentos, desejos e também desilusões.

Ver

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

um mistério …

Eduardo Santos faleceu. Estava hospedado num hotel do Funchal… a 17 de outubro de 1922, o Tribunal anuncia publicamente, e …

Ler Mais

como recusar?

..e de repente… a máquina estava ali.. em cima de uma pequena secretária… a folha de papel ali colocada há …

Ler Mais

Newsletter 25: ARTUR DE BARROS E SOUSA, LDA. (entre a vida e o vinho: dois irmãos – Artur e Edmundo)

Porta fechada. À porta, com o olhar à espera, Artur Barros e Sousa de Olim aguarda Edmundo Barros e Sousa …

Ler Mais

ERA UMA VEZ…

Dr. Pedro Lomelino   um médico que se chamava  Pedro José Lomelino,formado pela Escola Médico-Cirúrgica do Funchal. Nasceu na ilha …

Ler Mais

Entramos

 Entramos. À nossa espera, Artur e Edmundo abriam, uma vez mais, uma porta que já não era sua…com eles, guiados pelo …

Ler Mais

Entramos?

– Está exatamente como deixamos… Tudo permanece igual. Na parede, os patriarcas continuam atentos; sobre a mesa,  assuntos [que já …

Ler Mais

Atrás de uma porta fechada…

Adicionar legenda “A firma em questão é resultado do empenho pessoal do Dr. Pedro José Lomelino (1864-1930). (…)Decidiu desfazer-se da …

Ler Mais

Casas…

Na Rua dos Ferreiros, que foi outrora, Rua do Comércio, a arquitetura marca o tempo. As casas são  memórias de …

Ler Mais

EM ESPERA

Algures, na cidade, numa mansarda que o tempo esqueceu, moram histórias escondidas… Naquele tempo, o bordado era o outro lado …

Ler Mais

uma pequena descoberta ….

  O número cinco da revista ORBIT de 1963 apresenta na capa uma florista da Madeira … e Albert R. Perkins, …

Ler Mais